segunda-feira, 20 de outubro de 2008

África - perspectivas

Depois das guerras de independência, ditaduras sanguinolentas e de políticas estruturais muitas vezes implantadas de forma a subjugar os habitantes africanos, a ótica através da qual o mundo conhece e compreende a África ainda projeta as sombras de um continente esquecido, perdido, sem esperanças. Embora, esteja em um contínuo processo de renovação, a população africana ainda se entrega a conflitos étnicos entre si. A África está mudando, têm diversos pontos positivos que vem se ampliando progressivamente.
A África ultrapassa um simples estereótipo, é mais do que um continente dependente de outros. Novos aspectos intelectuais passam a estimular o continente e os africanos. Os ideais estão se reconstruindo: a inferioridade é substituída por um pensamento de identidade cultural, havendo uma nova postura econômica.


A política é um campo onde ocorrem muitas mudanças. Conforme pesquisas realizadas em territórios africanos, houveram mudanças qualitativas nos padrões políticos africanos.
Em entrevista a uma rede de televisão brasileira, o professor, cientista e pesquisador de relação internacionais, o nigeriano Adebayo Olukoshi afirmou que se deve “assumir uma perspectiva a longo prazo” em relação à África e que a visão ocidental desse continente é decorrente das “contradições na política, na economia e na sociedade. Assegurando possuir uma visão “afro-otimista” do continente.

3 comentários:

TEACHER BÁRBARA disse...

Ola, Julyana
Adorei seu comentario a respeito da africa. Muito bom!

Aliona disse...

muito bom comentário acerca da África!

wellington.azul disse...

deveria se desenvolver mesmo,para esses bandos de pobres esfomeados pararem de emigrar